Um querido amigo disse-me há dias: “Eh pá, andas a contar as histórias todas?”

Ler Mais

Comentários

Sandra Da Fonseca Figueiredo

Boa noite. Eu complico muitas vezes. Deveria simplificar. As vezes acho que confio e falo demais. Bem haja pela sua ajuda nesta quarentena.

Gosto • Responder

2

Lara Silva

Sandra Da Fonseca Figueiredo ja somos duas ❤️

Gosto • Responder

1

Pedro Brás

Todos nós complicamos sempre.. Temos é que ter consciência disso e irmos corrigindo!!!

Gosto • Responder

2

Sandra Da Fonseca Figueiredo

Pedro Brás obrigada dr.

Gosto • Responder

1

São Bailote

Para mim essas 3 perguntas são a primeira é o bronze.. a segunda a prata a terceira é ouro! Três matérias preciosas. Daí o seu sucesso. Cada vez mais a minha admiração por si é maior. A chave é mesmo essa. Eu acabei por receber as respostas que precisava. Todos os dias ficamos mais ricos. É uma honra receber tanta sabedoria. Sempre grata ?❤️ Boa noite…

Gosto • Responder

3

Pedro Brás

Fico contente por gostar das minhas 3 simples perguntas!!! Um Forte abraço

Gosto • Responder

1

São Bailote

Pedro Brás Dr é como o tal.. Para bom entendedor meia palavra basta ! Não é para todas! É de quem Sabe ???

Gosto • Responder

Noelia Cabanita

Fantástico ?? ?

Gosto • Responder

2

Pedro Brás

?

Gosto • Responder

Ana Paula Aniceto

Parabens Pedro,mais um aprendizado!
É um bálsamo psicologico,que gostoso perceber que alguém entende,sem perjúrio ou julgamentos…fantastico!!! Bem haja! Boa noite…

Gosto • Responder

1

Pedro Brás

Olá Ana Paula Aniceto! Obrigado! Um Abraço

Gosto • Responder

1

Mia DAguiar

A “regra dos 3 do Pedro” e o meu livro favorito ? dependendo da fase da vida em que o leia, muda todo o conteúdo. ?

Gosto • Responder

2

Pedro Brás

É verdade Mia DAguiar.. Nós olhamos só para o que nos interessa.. como o tempo muda os nossos interesses… começamos a “ver” outras coisas nos mesmo sitios!!

Gosto • Responder

1

Susana Alves

São 3 perguntas objectivas e que ajudam as pessoas a sair de uma situação de desespero, angústia e conflito interno e a interiorizarem-se, a focarem-se no que realmente importa sem se dispersarem em detalhes que em nada as ajuda e concordo claro com o olhar de principiante, pois cada pessoa tem a sua maneira de ver, sentir e interpretar os desafios que vão surgindo ao longo da vida, grata ? por mais um aprendizado ?

Gosto • Responder

2

Pedro Brás

É verdade Susana Alves! É preciso olhar para cada pessoa com um “Olhar de Principiante” ?

Gosto • Responder

1

Susana Casal Duarte

Estou sempre a aprender consigo Dr.Pedro pois na verdade sou uma pessoa que complica muito as coisas simples e só no fim é que vê que não era necessário tanta complicação!
Na minha primeira consulta com a Dra.Isabel não foi nada fácil responder a estas 3 perguntas chave pois eu estava completamente de rastos!Além do meu problema de saúde estava a passar por um momento de perdas de pessoas amigas que se afastaram de mim!Não desejo a ninguém o sofrimento que estava a passar!
Quando saí da minha primeira consulta eu tinha esperança de sair um pouco melhor mas nao foi o que aconteceu.Na verdade eu estava tão ansiosa que pensava que era como tomar um comprimido para a dores de cabeça e que a Grande Dor que eu sentia cá dentro desaparecia logo. Mas não foi o que aconteceu e confesso que nas minhas primeiras 2 consultas saí um pouco desanimada pois a minha Dor não aliviava. Até que chegou a terceira consulta e aí sim já senti uma diferença.Já saí da consulta mais Positiva e com Esperança.Mas não pensem que foi fácil pois o meu problema era mesmo grave e posso dizer que só ao fim de 3 meses é que senti a Verdadeira Susana de volta e a começar a ser Feliz e Segura!
Uma das coisas mais importantes neste meu processo de cura foi o Querer Muito Ser Feliz!
Se nós não tivermos Força de Vontade e não Acreditarmos em Nós próprios nunca iremos ficar curados.
Foi um caminho longo que não foi fácil percorré-lo mas leva-me a concluir que há Sempre uma Solução se Nós quiser-mos Muito Ser Felizes!
O meu Eterno Obrigada a si Dr.Pedro Brás e à minha Psicoterapeuta Dra.Isabel Gomes que muita paciência teve para comigo.
Beijinhos e Boa Noite???

Gosto • Responder

5

Pedro Brás

Olá Susana Casal Duarte! Que bom testemunho!!! Fico muito feliz por ver que conseguiu fazer muito bem o seu processo de recuperação emocional e chegar “aquele estado de Felicidade” que tanto ansiamos!! O caminho é duro.. mas é o nosso Caminho!!! ?

Gosto • Responder

3

Celia Antunes

Perguntas poderosas sem dúvida, para refletir e responder..sim é importante o autoconhecimento, bem como o que nos perturba no momento atual, embora este momento atual possa estar muitas vezes condicionado por crenças limitantes..entendo que do passado devemos retirar aprendizado do que julgamos ter sido menos bom e força do que foi fantástico, mas o passado é passado..pois se caminharmos a ollhar para trás vamos esbarrar-nos contra alguma coisa..o futuro um dia de cada vez..e se o imaginarmos que seja em grande..O príncipezinho é interessante o que para os crescidos parecia um chapéu, não passava de uma jiboia..adulto complica, fala, fala e muitas vezes não diz nada..ainda por cima desencoraja . Julgamos ser os sabichões e muitas vezes não percebemos nada de nada, simplesmente porque perdemos a alma de criança.

Gosto • Responder

2

Pedro Brás

É verdade Celia Antunes. nós agimos sob as ordens das nossas crenças.. Crenças são aquilo em que acreditamos.. o nosso grande problema são as crenças limitantes.. estas crenças nascem de experiências que nos limitaram no bem estar!

Gosto • Responder

1

Celia Antunes

Dr. é bem verdade…

Gosto • Responder

Elisabete Melo

Olá doutor. Mais uma vez palavras sábias de quem conhece bem o ser humano. Um abraço

Gosto • Responder

1

Pedro Brás

Que bom que gostou Elisabete Melo!!

Gosto • Responder

Lia Santos

Um Bom Dia Dr Pedro!
Grata pelas suas palavras… ?

Gosto • Responder

1

Pedro Brás

??

Gosto • Responder

Graça Revez

A vida nem sempre é fácil, mas temos que tentar resolver os problemas da melhor maneira…
As 3 perguntas não são difíceis, e agora pregunto eu, todos lhe respondem ou tentam passar ao lado?
Esse livro é magnifico, li quando a minha filha o comprou, pois tinha que, fazer um trabalho para a escola, é muito bom acho que deviam ler!!!
Obrigado por mais umas histórias, são todas boas , mas houve algumas muito especiais ✨?
Vou dar uma caminhada, hoje está um dia quente e bonito ?

Gosto • Responder

1

Pedro Brás

Olá Graça Revez! Boa pergunta.. Todos me respondem? Sim.. as consultas são caras de mais para se perder tempo.. ?.. e Quando confiam na pessoa que está a sua frente.. percebem que é de facto isso que querem que nós saibamos. ?

Gosto • Responder

2

Isabela Fonseca

Sim eu sou das sofrem de depressão desde que se lembra de ser gente… Muita psicoterapia. Muitos medicamentos…. Nos ultimos tempos, tenho descoberto que posso ser psicóloga de mim mesma. E a receita, anda muito à volta dessas 3 perguntas. O auto conhecimento é fundamental para isso acontecer. Mas o resultado até nem tem sido muito mau. Claro que nada dispensa o apoio de um médico. Mas eu andei em tantos que acho que acabei por aprender a técnica….
Ainda acabo por trabalhar consigo ??

Gosto • Responder

1

Pedro Brás

Olá Isabela Teixeira! ? ainda me rouba os pacientes… ! O grande problema de quem sofre é não ser compreendida. e como na primeira consulta que dei.. se eu não sabia o que queira encontrar a pessoa não sabia o que me ia dar! Estaremos sempre aqui! Um abraço

Gosto • Responder

Maria Ofélia Jorge

O ír ao fundo da questão requere o conhecimento do sêr humano e a sensibilidade de quem pergunta ….Somos diferentes nas dores sentidas, a empatia entre o que ajuda e quem necessita de ajuda é sem duvida um factor importante.Ha 30 anos atrás necessitei de ajuda postraumatica. Não deu ,não consegui criar uma ligação com o psiquiatra que me acompanhava e fechei as minhas palavras e emoçöes Um muro indestrutível …Mudando de assunto .Agradeço sinceramente o facto de poder lêr diáriamente suas publicações,temas que nos fazem desanuviar,pensar é recomsiderar …Bem Haja

Gosto • Responder

1

Pedro Brás

Olá Maria Ofélia Jorge! O mais importante na relação terapêutica é a ligação empática que se estabelece. Mas nunca se desiste de procurar ajuda! A nossa felicidade é mais importante que o cansaço que tenhamos na busca dela! ?

Gosto • Responder

1

Maria Ofélia Jorge

Pedro Brás Estou muito bem, consegui superar, sou daquelas que nunca desiste da felicidade ..Obrigada

Gosto • Responder

Maria Costa

???????

Gosto • Responder

1

Camila Antunes

Concordo as vezes, falamos demais, e nem sempre o que falamos tem interesse algum, como se costuma dizer, conversa fiada, por isso vou começar a falar menos e ouvir mais, bom vou tentar, eu gosto de falar com as pessoas, dar a minha opinião, e as vezes as pessoas não gostam disso, devem pensar que sou uma incherida, e talvez seja, quem me manda dar opiniões que ninguém me pediu, vou-me controlar, e não falar com quem não quer me ouvir, mas eu gosto de dar conselhos, para ajudar as pessoas, quando vejo que não estão bem, não consigo ficar indiferente, quando alguém esta a sofrer, ou quando vejo que a pessoa esta agir errado, e se vai prejudicar, mas enfim, tenho é que dar a minha opinião sim, mas só se alguém me pedir, mas parece que não sei porque, acabo sempre sabendo das coisas, mesmo não querendo saber, dalgumas delas, por exemplo da traição de uma amiga minha para com outra amiga, e ai como fico, conto a traição? para a outra amiga, e traio a confiança da minha amiga, que confiou em mim, para me contar o seu segredo, segredo esse que eu não queria saber, e também se não conto para a outra amiga, estou a compactuar, com a traição dela? por isso peço-vos amigas amigos por favor não me contem, os vossos segredos, ainda mais se esses segredos envolvem outros amigos, não me deixem ficar nesta situação, que quem acaba se sentindo traidora sou eu. ?

Gosto • Responder

1

Célia Varajão

Eu também sofro desde novinha a depressão!!! Só estou bem onde não estou porque será???

Gosto • Responder

Katy Mateus

Grande o nosso Mestre!!! ???
“… E há 3 simples perguntas que percebi que me fazem perceber qualquer problema psicológico:
1º O que sente agora e que a está a perturbar?
2º Desde quando é que isso acontece?
3ª O que aconteceu nessa altura?
Só isso?? SIM!!! É tão simples que não parece verdade.. não é?”
Claro que sim, para quem as sabe fazer ?
Foram estas as 3 perguntas que fizeram toda a diferença na minha primeira consulta Dr. Pedro Brás, deram-me a confiança e coragem que eu esperava, de que era na Clínica da Mente, que eu iria ficar bem e Feliz para Sempre ❤️
Eis a grande diferença entre o Dr. Pedro Brás e os outros, a quem recorri para me tratar, pagando caro, muito caro mesmo…
Agora e após alguns anos, como já, aqui disse, durante anos, não encontrei resultados para a minha saúde mental… não foi fácil de viver e/ou lidar com os outros e comigo mesma. Fiz várias consultas para “tratamento”, Psicologia, Psiquiatria, Neurologia, Medicinas Alternativas, sempre sem resultados a curto ou a longo prazo…
Não imaginam o dinheiro que gastei, o tempo que perdi entre consultas, o gasóleo, que gastei e anos perdidos, sem alegria, motivação para trabalhar, cuidar da família ???
Agradeço de coração cheio, ao Dr. Pedro Brás e à Dra. Patrícia Raminhos, tudo o quanto me ajudaram ?
E não venham dizer que o tratamento é caro, porque caro é pagar por um trabalho, anos após anos e não ver resultados ?
Aqui sabemos logo o quanto vamos gastar e uma previsão de tempo para obtermos os resultados desejados…
#EAcreditemquenãosaimos
aperder ?
Bem hajam ?

Gosto • Responder

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários